Conforme bem estabelecido na literatura, as crises que acometem a coluna vertebral, notadamente a região lombar, decorrem de inúmeros fatores, sendo a maioria passível de modificação. Seguindo essa linha de raciocínio, um plano de ação para prevenir novas crises deveria focar incondicionalmente os fatores potencialmente modificáveis. O problema é que, nesse caso, serão necessários investimentos em médio e longo prazo, que exigem persistência e disciplina, condições cada vez mais em falta em um mundo que hipervaloriza a comodidade pessoal e abusa da tecnologia.

O ITC Vertebral desenvolveu uma técnica de tratamento para a coluna vertebral sem procedimentos invasivos. Os pacientes são tratados de acordo com os sintomas e sinais da dor. Não existe um trabalho padrão e é aí que consiste um dos grandes diferenciais do ITC Vertebral: o indivíduo passa por uma avaliação criteriosa, sendo direcionado, a partir dessa primeira etapa, para um atendimento personalizado. Fala-se, portanto, em “Subclassificação” das dores na coluna vertebral, os critérios de tratamento obedecem às características individuais do estado clínico do paciente.

Estima-se que 85% da população mundial sofrerá com dores nas costas pelo menos uma vez na vida. Para os praticantes de atividades físicas, as chances de ter uma debilidade por conta de dores lombares também são altas. No caso dos atletas, entretanto, é mais importante ainda que o tratamento seja feito corretamente, pois as chances de agravar a lesão com a atividade física são grandes.


Nos casos de lesão crônica na região da coluna, o radiologista observa que exercícios físicos funcionais, como fortalecimento da musculatura nas regiões lombar e abdominal podem diminuir as dores. “Pode ser importante, desde que não envolva impactos ou sobrepesos. Os que podem ajudar são musculação, pilates, RPG, entre outros. Se a atividade for mal escolhida, você apenas aumentaria o problema”, alerta.
Apenas com a anamnese é possível diagnosticar de forma precisa, claro que exames precisam ser feitos, mas a anamnese é muito importante e você deve cobrar do seu médico. Com ele o médico avalia vários aspectos como a evolução da dor, o ritmo, a presença de outros sinais como febre, perda de peso e má resposta terapêutica. Ele também deve avaliar a irradiação da dor os fatores que ajudam a melhorar ou que pioram a dor, quando iniciou a dor, entre outras coisas.
Durante o processo de cicatrização, o tratamento ocorre em diferentes níveis para que o corpo possa relaxar. Por um lado, a dor é aliviada, as propriedades regenerativas são restauradas na área das costas por aplicações de rotina e o fluido suficiente é ativado na coluna vertebral para garantir o fluido necessário para evitar tensões ou inflamação no pior dos casos.
Este ponto de acupressão fica localizado entre o polegar direito e dedo indicador. Começando pela mão direita, para pressionar este ponto a sua mão deve estar relaxada, com os dedos ligeiramente curvados e o ponto deve ser pressionado com o polegar esquerdo e o dedo indicador esquerdo, de forma a que estes dois dedos formem uma pinça. Os restantes dedos da mão esquerda devem ficar em repouso, logo em baixo da mão direita. 
Nos casos de lesão crônica na região da coluna, o radiologista observa que exercícios físicos funcionais, como fortalecimento da musculatura nas regiões lombar e abdominal podem diminuir as dores. “Pode ser importante, desde que não envolva impactos ou sobrepesos. Os que podem ajudar são musculação, pilates, RPG, entre outros. Se a atividade for mal escolhida, você apenas aumentaria o problema”, alerta.
O artigo Could Hands be a New Treatment to Fibromyalgia? A Pilot Study (doi: 10.4172/2165-7025.1000394), de Juliana Silva Amaral Bruno, Daniel Marques Franco, Heloisa Ciol, Anderson Luis Zanchin, Vanderlei Salvador Bagnato e Antonio Eduardo de Aquino Junior, pode ser lido em www.omicsonline.org/open-access/could-hands-be-a-new-treatment-to-fibromyalgia-a-pilot-study-2165-7025-1000393.pdf.

Eu fiz uma pesquisa no Google e me deparei com seu site. Era exatamente o que eu estava procurando e fiquei impressionado ao encontrar uma ampla gama de artigos. Como eu estou lançando uma revista gratuita em uma pequena cidade na Flórida, eu queria ser tão habilidoso quanto possível e ainda ser capaz de fornecer algum conteúdo que é interessante e bem escrito. Seu site tem todas as variáveis no mix. Excelente Site acertando todas as notas, o tipo de escala de fala.
4 - tradicional chinesa medicina Ver os pés como um elemento-chave para a saúde global. Cada pé contém centenas de nervos e vasos sanguíneos. Existem na verdade 60 reflexos pontos específicos em cada pé que correspondem diretamente com outras partes do corpo, tais como o fígado, rim, coração, etc. Estas massagem sapatos uso cuidadosamente posicionado acupressão Primavera botões para direcionar cada ponto reflexo específico sobre seus pés para estimular a melhor saúde.

Se estiver sofrendo dores na região, consulte um médico ortopedista e evite supor um diagnóstico. Caso seja bursite no quadril, o tratamento inclui anti-inflamatórios e aplicação de compressa de gelo na região para alívio da dor. Vale também diminuir a sobrecarga dos treinos e até pará-los por um tempo. A melhor forma, no entanto, é prevenir. Apesar de parecer clichê, cuidar da saúde e fazer exercícios com regularidade e orientação profissional são essenciais.
A fibromialgia, na medicina moderna, é qualificada como uma síndrome ou transtorno de dor crônica, na qual a pessoa sente dores por todo o corpo. Esssas dores estão mais evidenciadas nas articulações, nos músculos, tendões, em outros tecidos moles. Causando fadiga, sonolência, indisposição, dores de cabeça, depressão e ansiedade. A fibromialgia ainda não tem cura.
– Aplicar compressa fria para aliviar a dor. O frio reduz a inflamação e atua como um anestésico local. Use bolsas frias (Cold Pack), disponível em farmácias. É aconselhável usar frio no início da inflamação e da dor. Aplicar por exemplo, durante 15 minutos a cada três horas. Evitar a aplicação de frio diretamente sobre a pele, utilize uma pequena bolsa de tecido para evitar o contacto direto entre a pele e a bolsa gelada.
A ciência do esporte avança a grandes passos e já não se limita mais aos atletas de elite, mas oferece benefícios também aos esportistas que, mesmo sendo amadores, decidem desafiar-se, melhorar sua performance e sentir-se melhor no dia a dia. Um claro exemplo é o teste de suor que o Instituto de Ciência do Esporte da Gatorade (GSSI, na sigla em inglês), em parceria com a Care Club, realiza duas vezes por mês na unidade Ibirapuera, em São Paulo.
×